Sindusfarma

2017-11-26

Para dentro de casa

Veículo: Folha de S.Paulo, coluna Mercado Aberto

Colunista: Maria Cristina Frias

A operação brasileira da farmacêutica Aspen Pharma vai ampliar a capacidade produtiva de sua fábrica no Espírito Santo e construirá um depósito próprio no local em 2018.

Alguns produtos, como os anestésicos tópicos Xylocaína e Emla, são atualmente fabricados e armazenados por terceiros, afirma Alexandre França, diretor-executivo da multinacional sulafricana no país.

"Nós trabalhamos com uma capacidade produtiva entre 80% e 100%, dependendo do mês. Vamos ampliar a nossa fabricação em 30%", diz o executivo.

"O objetivo é ter um ganho de produtividade na planta e também reduzir custos."

O investimento previsto na expansão, a ser feito com recursos próprios, será de 10% a 15% da receita da operação brasileira -o equivalente a pelo menos US$ 11 milhões (R$ 35 milhões).

US$ 110 milhões
(R$ 350 milhões) é o faturamento anual da Aspen Pharma no Brasil

320
são os funcionários no país