Sindusfarma

2018-05-22

Remédios na praça

Veículo: Folha de S.Paulo, coluna Mercado Aberto

Colunista: Maria Cristina Frias

O laboratório farmacêutico Libbs deverá investir cerca de R$ 56 milhões neste ano no licenciamento e no lançamento de produtos no mercado. A área voltada ao consumidor, que representa hoje 90% da receita da companhia, é a que concentra a maior parte dos aportes. Serão R$ 35 milhões até o fim de 2018.

“Teremos 13 novos produtos nessa divisão. O número leva em conta testes para garantir que os biossimilares tenham a mesma eficácia que os produtos de referência”, diz o CEO, Alcebíades Athayde Júnior.

A empresa deverá lançar ainda uma vitamina para gestantes, desenvolvida por uma empresa estrangeira.

“Intensificamos as parcerias. Colocamos no mercado um anticoncepcional de uso estendido e desenvolvemos outro à base do hormônio estetrol com uma empresa belga”, diz o diretor Wilson Júnior.

A marca terá R$ 21 milhões para lançar remédios usados por clínicas contra câncer e doenças como o lúpus.