Sindusfarma

2018-06-15

Com a cabe├ža no teto

Veículo: Folha de S.Paulo, coluna Mercado Aberto

Colunista: Maria Cristina Frias
 
O laboratório farmacêutico Cimed vai investir R$ 140 milhões para construir sua segunda fábrica. A planta ficará em um terreno ao lado da atual, no município de Pouso Alegre (MG).

As obras deverão ser iniciadas em setembro e o funcionamento começará em 2020, afirma João Adibe, presidente da companhia.

“Estamos com a capacidade produtiva praticamente tomada e, pelo nosso ritmo atual de crescimento, decidimos que seria necessário assumir uma nova operação”, diz ele.

“Tivemos uma expansão de 23% [em receita] em 2017 e a previsão para este ano, que até o momento está sendo cumprida, é de 25% a 30%.”

A nova unidade fabricará apenas medicamentos, área que representa 80% do faturamento do grupo. Suplementos e vitaminas compõem os outros 20%.

O foco serão comprimidos, drágeas e efervescentes para cerca de 15 classes terapêuticas, como antibióticos e anti-hipertensivos.

R$ 1 bilhão
foi o faturamento aproximado em 2017

3.000
são os funcionários na planta