Destaques da Imprensa

Compartilhe:
04/04/2014
Após fase difícil, Weleda prepara expansão no Brasil
Veículo: Valor Econômico 

Jornalista: Adriana Meyge

A marca suíça de medicamentos e cosméticos naturais Weleda reinaugurou esta semana sua maior farmácia no Brasil, em Santo Amaro, zona Sul de São Paulo. Segundo Ulrike Weber, diretora da Weleda para a América do Sul, o evento simboliza uma nova fase da operação, já que o Brasil foi eleito um dos focos de investimento da companhia este ano.
"Passamos por uma fase com bastante dificuldade para organizar a empresa, mas agora vamos realmente investir e expandir no mercado brasileiro", afirma.

O Brasil é o décimo maior mercado da companhia, que atua em 50 países e é mais forte na Alemanha, na França e na Suíça. Após crescer 20% no ano passado, a subsidiária faturou R$ 30 milhões no país e projeta elevar a cifra em 25% este ano. Ulrike vê espaço para manter esse ritmo nos próximos cinco anos. "Queremos chegar a um público maior, com o aumento da distribuição e a abertura de novas franquias", afirma.

O portfólio da empresa inclui medicamentos para contusões, estresse e gripe e remédios manipulados, tudo feito a partir de extratos vegetais. Os remédios manipulados são muito prescritos por médicos antroposóficos e, segunda a companhia, o Brasil abriga a segunda maior comunidade desses profissionais no mundo.

A Weleda também tem uma linha de cosméticos com 66 itens, entre produtos para o corpo e o cabelo. Os produtos não têm conservantes, colorantes nem perfumes sintéticos. Ulrike considera que não existe um concorrente no Brasil que adote os mesmos padrões da empresa.
No Brasil, 70% das vendas da marca são de medicamentos, o oposto do que ocorre na operação global.

Os cosméticos da companhia são importados, mas os medicamentos isentos de prescrição (OTC) são fabricados em São Paulo. A companhia também tem um sítio em São Roque (SP), onde cultiva alguns dos insumos usados nos medicamentos. A Weleda tem 93 funcionários no país.

O portfólio completo da companhia é encontrado em sete lojas Weleda, incluindo franquias, e em sete farmácias de manipulação de terceiros que têm um espaço da marca, em São Paulo, Brasília, Belo Horizonte, Juiz de Fora (MG), Rio de Janeiro, Florianópolis, Aracaju e Sorocaba (SP). Além disso, a empresa vende em outras drogarias e em farmácias homeopáticas.

A loja de Santo Amaro é própria e foi a primeira da companhia no país, aberta em 1980. A unidade ganhou desenho semelhante às lojas europeias da companhia e foi reformada com materiais considerados sustentáveis, como madeira de reflorestamento e pintura mineral ecológica. As outras lojas Weleda também serão renovadas este ano.

No mundo, a Weleda registrou receita líquida de € 322 milhões em 2012, segundo o último dado disponível. A companhia foi criada em 1921 e chegou ao Brasil em 1959.
Voltar
Subir ao Topo

Sindicato da Indústria de Produtos Farmacêuticos

Todos os direitos reservados - Sindusfarma 2021