Empresas em Foco

Compartilhe:
09/04/2024
Promessa Olímpica: projeto social revela atleta de vôlei que já sonha com jogos de 2028
 
Durante os jogos de vôlei das Olimpíadas de Paris, a paranaense Thays Alessandra de Oliveira, 20 anos, vai estar em frente à televisão. Já nos que serão realizados nos Estados Unidos, em 2028, ela quer estar na quadra defendendo a camisa amarelinha. “Participar das Olimpíadas é o sonho de todo atleta. O vôlei me abriu portas que eu não imaginava e sei que vai abrir ainda mais. Conheci pessoas incríveis, visitei lugares maravilhosos e já fui convocada para a seleção de base”, conta a atleta que atualmente joga pelo Sesi Barueri. “A garota de 13 anos que começou a treinar voleibol em um projeto social de Toledo, no Paraná, jamais pensou que poderia alcançar tanto. No entanto, a atleta que sou hoje vai continuar se esforçando para vestir a camisa da seleção em 2028”, afirma Thays. 
 
 
O projeto social ao qual Thays se refere é o Avotol (Associação de Voleibol de Toledo), que recebe incentivo financeiro da farmacêutica Prati-Donaduzzi por meio da Lei de Incentivo ao Esporte. Em sete anos de trabalho, 2.500 crianças e jovens com idades entre 7 e 17 anos foram atendidos, sendo metade deles em situação de vulnerabilidade social. “O esporte tem influência de forma integral no aluno. Aqui, trabalhamos princípios positivos e que devem ser levados para todas as esferas da vida, como pontualidade, respeito, superação e trabalho em equipe”, explica o professor e coordenador do projeto, Marcos Assunção.
 
“Nós sabemos que o esporte transforma vidas, e é por isso que apoiamos várias modalidades. Em 2023, destinamos mais de R$ 370 mil a instituições com foco no esporte. Além do vôlei, oferecemos incentivos ao badminton, futsal e corridas de rua”, afirma o diretor de marketing da Prati-Donaduzzi, Edilson Bianqui. 
 
Sobre a Prati-Donaduzzi
 
A Prati-Donaduzzi, indústria farmacêutica 100% nacional, é especializada no desenvolvimento e produção de medicamentos. Com sede em Toledo, Oeste do Paraná, produz aproximadamente 13 bilhões de doses terapêuticas por ano e gera mais de 5 mil empregos. A indústria possui um dos maiores portfólios de medicamentos genéricos do Brasil e desde 2019 vem atuando na área de Prescrição Médica, sendo a primeira farmacêutica a produzir e comercializar o Canabidiol no Brasil.

 

Esclarecimento

A área Empresas em Foco publica notícias elaboradas e enviadas pelas empresas associadas ao Sindusfarma; seu conteúdo é de exclusiva responsabilidade das empresas e não reflete anuência nem posições ou opiniões da entidade.

Voltar
Subir ao Topo

Sindicato da Indústria de Produtos Farmacêuticos

Todos os direitos reservados - Sindusfarma 2024