Notícias 

Compartilhe:
28/08/2020
Sindusfarma volta ao trabalho presencial com protocolo validado pela Prefeitura

O Sindusfarma reabriu sua sede no dia 10 de agosto para o trabalho presencial dos funcionários que não fazem parte do grupo de risco. As reuniões continuam proibidas e somente a equipe da entidade está autorizada a frequentar o prédio da Rua Alvorada, na Vila Olímpia.

Apenas dois funcionários por sala são permitidos nas instalações do Sindusfarma 

Todas as áreas do Sindusfarma voltaram a funcionar na sede e a prestação de serviços aos associados e o atendimento em geral estão sendo feitos por meio dos telefones fixos, e-mails e outros canais digitais. Por causa da quarentena, o trabalho presencial havia sido interrompido em meados de março. 

O retorno às atividades presenciais estabelece protocolos sanitários a serem obedecidos rigorosamente para todos que circulam na sede da entidade, a fim de evitar a contaminação pelo novo coronavírus. Os procedimentos foram validados por fiscais da Prefeitura de São Paulo, que vistoriaram as instalações do Sindusfarma.

Medidas de higiene e limpeza

Para retomar as atividades presenciais, o edifício do Sindusfarma foi desinfectado por profissionais qualificados, que fizeram a higienização e limpeza do sistema de ar-condicionado. “O mesmo protocolo será refeito a cada 15 dias”, informa Luiz Carlos de Oliveira Souza, gerente Administrativo e Financeiro do Sindusfarma. 

O uso de máscaras é obrigatório. Os funcionários também passam por teste de temperatura corporal (inferior a 37ºC) como condição de ingresso e permanência na sede da entidade. Além disso, a orientação vigente é a de evitar aglomerações e manter a distância mínima de dois metros. 

Funcionários medem a temperatura corporal antes de entrar na entidade

Cada funcionário recebeu seis máscaras para uso pessoal. Totens de álcool em gel foram distribuídos nos andares, além frascos de álcool para uso individual nas mesas de trabalho e tapetes sanitizantes nas portas de entrada das salas.  

Os funcionários que estão no grupo de risco da Covid-19 permanecem em home office.

Voltar
Subir ao Topo

Sindicato da Indústria de Produtos Farmacêuticos

Todos os direitos reservados - Sindusfarma 2020