Notícias 

Compartilhe:
25/03/2021
No Sindusfarma, CMED orienta empresas sobre o preenchimento do sistema Sammed 2021

A convite do Sindusfarma, o secretário executivo substituto da CMED, Fernando de Moraes Rêgo, e o técnico Carlos de Souza apresentaram o Sistema de Acompanhamento de Mercado de Medicamentos (Sammed) de 2021 para profissionais e executivos da cadeia produtiva farmacêutica, em videoconferência realizada na quarta-feira (24).
 
O Sammed é utilizado pelas empresas para o preenchimento do relatório de comercialização de medicamentos, com base nos índices definidos pelo governo para o reajuste anual de preços, que deve entrar em vigor no dia 31/03/21.
 
O diretor de Mercado e Assuntos Jurídicos do Sindusfarma, Bruno Abreu, solicitou ao secretário executivo substituto da Câmara de Regulação do Mercado de Medicamentos (CMED) que encaminhasse para a apreciação do Comitê Técnico Executivo o pedido da entidade para que a resolução com os índices de reajuste de preços dos medicamentos fosse publicada logo, permitindo às empresas preencher os dados do sistema Sammed e enviar as listas de preços atualizadas para as publicações especializadas em prazo menor.
 
Na abertura do encontro, o presidente executivo da entidade, Nelson Mussolini, elogiou a atuação da Anvisa durante a pandemia. “Estava comentando instantes atrás da alegria que tenho em ver o Brasil com uma agência regulatória tão eficaz e de qualidade como a Anvisa, em que a CMED está inserida”, disse Mussolini. “Sei da preocupação e da atuação de todos os técnicos no sentido de disponibilizar os medicamentos necessários para a sociedade brasileira”.

Voltar
Subir ao Topo

Sindicato da Indústria de Produtos Farmacêuticos

Todos os direitos reservados - Sindusfarma 2021