Notícias 

Compartilhe:
28/06/2021
Fórum debate novos modelos de negócio na Saúde Suplementar

Novos modelos de negócio no sistema de saúde suplementar e as iniciativas promovidas pelos diferentes players do setor para maximizar a eficiência do sistema saúde corporativa, foram alguns dos temas debatidos no “Fórum Excelência na Gestão de Planos de Saúde Empresariais”, realizado pelo Sindusfarma, no dia 24/6.

Os desafios do setor de saúde e as novas estratégias de negócios adotadas pelas operadoras para se adaptarem à nova dinâmica do mercado foram os temas abordados por Raquel Giglio, vice-presidente de Saúde e Odonto da SulAmerica. 

Raquel destacou como principais desafios do setor de saúde suplementar no país: judicialização, retração no número de beneficiários, envelhecimento populacional, desperdícios e fraudes, intervenção regulatória e novos modelos de remuneração. 

Segundo a executiva, a solução exige a integração de prestadores, estipulantes, órgãos reguladores, operadoras e beneficiários na implementação de ações como: modelos de remuneração mais eficientes, avaliação do custo-efetividade da adoção de novas tecnologias no rol de procedimentos da ANS, realização de estudos dos impactos das decisões judicializadas no custo e acessibilidade da população à saúde, incentivo a programas de prevenção e saúde, entre outras.

Silvia Sfeir, diretora de Acesso da Bayer, destacou os benefícios que a incorporação das novas terapias desenvolvidas pela indústria farmacêutica pode proporcionar para as operadoras de saúde, como a redução sustentável dos custos de atendimentos dos pacientes atendidos. Como exemplo, a Silvia apresentou detalhes do projeto realizado pela Bayer em parceria com uma operadora de plano de saúde no país, para promover a inclusão de um novo medicamento anticoagulante no rol de procedimentos ofertados. 

O CEO do Hospital Alemão Oswaldo Cruz, José Marcelo de Oliveira, apresentou o modelo de negócio lançado pela instituição em 2017, que resultou no desenvolvimento de uma rede exclusiva de atendimento, promovendo uma evolução da qualidade na relação entre as gestoras de planos de saúde e o hospital.

Adriano Londres, empreendedor na Arquitetos da Saúde, realizou a palestra de abertura do fórum, apresentando o contexto atual da relação entre as empresas contratantes e as gestoras de planos de saúde empresariais. Segundo ele, as contratantes têm o potencial de tornarem-se protagonistas da mudança necessária na atual lógica assistencial.

Edson De Marchi, CEO da Fundação Zerrenner (entidade sem fins lucrativos, cogestora da Ambev no Brasil), falou sobre a experiência da entidade, que a partir de uma decisão estratégica, optou por ser gestora do seu próprio sistema de saúde, deixando de ser uma empresa contratante de serviços de planos de saúde e passando a gerir uma carteira com aproximadamente 70 mil beneficiários.

Leandro Fonseca, diretor de Relações Governamentais da Novartis e ex-diretor Presidente da Agência Nacional Suplementar Brasileira (ANS), foi o moderador do Fórum. 

O evento foi organizado pela Gerência de Inteligência e Bussiness Support do Sindusfarma.

Voltar
Subir ao Topo

Sindicato da Indústria de Produtos Farmacêuticos

Todos os direitos reservados - Sindusfarma 2021