Notícias 

Compartilhe:
14/09/2022
Melhores e Maiores: Eurofarma é campeã da categoria "Farmacêutico e Beleza"

Veículo: Exame

Jornalista: Mariana Desidério

Com ambição global e foco na inovação, Eurofarma quer dobrar a receita em 2022

Aos 50 anos, a farmacêutica Eurofarma tem ambição global. Em 2021, passou a operar no México e completou a presença em toda a América Latina. Agora, aposta no Leste Europeu e nos Estados Unidos. “O foco é expandir nossa presença geográfica e continuar investindo em pesquisa”, diz Maurizio Billi, presidente da Eurofarma. A companhia fechou 2021 com atuação em 20 países. A divisão internacional já faz 16% das vendas — a meta é 30%.

Gigante graças aos genéricos, a Eurofarma corre para seguir ágil num setor cada vez mais competitivo — e com margens espremidas. O jeito tem sido inovar, seja em novos remédios do zero, seja no incremento a fármacos existentes. A Eurofarma aportou 1,5 bilhão de reais em pesquisas em seis anos. Para 2022, a meta é investir 555 milhões de reais. Na corrida pela inovação, a companhia já criou 1.000 moléculas.

Na frente comercial, a Eurofarma busca parcerias com outras farmacêuticas para ter a licença de venda de fármacos delas. Uma delas foi com a coreana SK Biopharmaceuticals para a venda de um remédio inovador no tratamento da epilepsia. A companhia também investe em healthtechs com o corporate venture Neuron. Uma das investidas é a beautytech JustForYou, avaliada em 100 milhões de reais. “A avenida dos genéricos é muito importante para nós e foi o que nos trouxe até aqui”, diz Billi. “Para o futuro, nossas esperanças estão nos produtos inovadores, que trazem mais qualidade de vida para as pessoas.”

Perfil

A farmacêutica brasileira Eurofarma foi fundada em 1972 e hoje tem presença em mais de 20 países na América do Sul, Central, Caribe e África. Possui 10 fábricas na América Latina, produzindo medicamentos para os principais segmentos farmacêuticos, como prescrição médica, genéricos, hospitalar e oncologia. Em 2017, criou o projeto Eurofarma Synapsis, em parceria com a Endeavor, para estimular startups voltadas para o desenvolvimento de tecnologias para a saúde. É dona da Momenta Farmacêutica, Magabi Pesquisas Clínicas e Farmacêuticas e mantém, com a Cristália, uma joint venture, a Supera RX Medicamentos. Em 2021, lucrou 1 bilhão de reais, com receita de 7 bilhões.

 

Voltar
Subir ao Topo

Sindicato da Indústria de Produtos Farmacêuticos

Todos os direitos reservados - Sindusfarma 2021