Programação

Compartilhe:
Workshop: Dossiê CONITEC: desafios e aprendizados - Online
Dias
29/10/2021 das 16:00 às 18:00
05/11/2021 das 16:00 às 18:00
19/11/2021 das 16:00 às 18:00
Associado
R$ 600,00
Não-associado
R$ 1.200,00
Local
Curso Híbrido – Auditório Sindusfarma (R. Alvorada - 1.280) e Plataforma Zoom
Informação Importante
O link de acesso ao curso será enviado um dia antes.
Inscrições encerradas.

O Workshop será realizado no Auditório do Sindusfarma, utilize o botão acima para participação online.

Objetivos

A CONITEC completou 10 anos em 2021. O processo técnico em si não passou por mudanças neste período, mas o dia a dia da submissão, avaliação, discussão e decisão dos processos trouxe uma rica experiência para todos que dentro de suas funções participam deste processo. Como objetivo de ampliar o grau de conhecimento de seus associados, o Sindusfarma traz uma análise, discussão e propostas de atuação sobre os pontos mais críticos observados nas submissões feitas à CONITEC.

 

Público Alvo

Profissionais das áreas HEOR, acesso e relações governamentais.

 

Programação

Dia 29/10/2020

Hora

Tema

Palestrante

16:00 – 16:05

Abertura

Nelson Mussolini e Fabio Moreira

16:05 – 16:30

Estruturação do dossiê técnico científico para CONITEC e processo de submissão (eletrônico e dossiê físico)

Marcela Amaral

16:30 – 16:55

Apresentação dos Dados Clínicos: Elaboração da questão de pesquisa PICO e derivações; critérios e elegibilidade

Anna Buehler

16:55 – 17:20

Tipos de estudo e importância na composição das evidências: meta-análise de comparação indireta, estudo de mundo real/ observacionais, MCDA, estudos de preferência do paciente

Gabriela Tannus

17:20 – 17:45

Apresentação dos Dados Clínicos: PTC e revisões sistemáticas – principais conceitos e diferenças

Anna Buehler

17:45 – 18:00

Q&A

Dia 05/11/2021

Hora

Tema

Palestrante

16:00 – 16:20

Apresentação dos Dados Clínicos: avaliação do risco de viés (Rob 2.0) e qualidade da evidência (GRADE)

 

Anna Buehler

16:20 – 16:40

Dados Econômicos: tipos de estudo de farmacoeconomia e principais conceitos

Marcela Amaral

16:40 – 17:10

Dados Econômicos: O que reportar para garantir a transparência dos resultados?

Gabriela Tannus

17:10 – 17:30

Dados Econômicos: avaliação do impacto orçamentário e definição da população elegível

Anna Buehler

17:30 – 17:50

Consolidação nos resultados na construção da proposição de valor da tecnologia

Gabriela Tannus

17:50 – 18:00

Q&A

 

Dia 19/11/2021

Hora

Tema

Palestrante

16:00 – 18:30

Simulação Plenária CONITEC

 

 

Anna Buehler, Marcela Amaral, Gabriela Tannus

Clarice Petramale

 

 

Palestrantes

Anna Buehler

Possui Graduação em Farmácia-Bioquímica pela Universidade de São Paulo. É doutor em ciências pelo ICB - USP no departamento de Fisiologia e Biofísica da Universidade de São Paulo – USP. Atualmente é gerente de estratégia de acesso e farmacoeconomia na Novartis, na franquia de câncer de mama. Tem experiência como profissional de ATS desde 2012, atuando nos hospitais de Excelência Hospital do Coração e Hospital Alemão Oswaldo Cruz (HAOC) em projetos integrantes do programa PROAD-SUS. Dentre eles, elaborações de diretrizes metodológicas do Ministério da Saúde, incorporações de tecnologias em saúde no SUS e desenvolvimento de Protocolos Clínicos e Diretrizes Terapêuticas com a CONITEC.


Gabriela Tannus

Economista formada pela Fundação Armando Álvares Penteado (FAAP), com curso de extensão em Marketing na Escola Superior de Propaganda e Marketing (ESPM) e MBA em economia e gestão da saúde pela UNIFESP. Mestre em Ciências da Saúde pela UNIFESP. Também realizou os cursos presenciais de extensão Leading Professional Services Firms e Business Innovations in Global Health Care Delivery na Harvard Business School. Economista do Escritório de Avaliações de Tecnologia da Saúde da UNIFESP. Membro efetivo do Colégio Brasileiro de Executivos da Saúde (CBEXs). Membro da International Society for Pharmacoeconomics and Outcomes Research (ISPOR), presidente do Capítulo Brasileiro da ISPOR 2007-2009, vice-presidente 2009-2012 e novamente Presidente 2012-2015.Presidente do conselho do Consórcio Latino Americano da ISPOR (2012-2014). Atualmente vice-presidente do Capítulo Brasileiro da ISPOR (2015-2018) e membro do Comitê Executivo do Consórcio Latino Americano da ISPOR. Sócia-Diretora da Axia.Bio Consulting.

Clarice Petramale

Médica formada pela FMUSP em 1975 com formação em Infectologia e Saúde Pública, também pela Universidade de São Paulo. Entre 1976 e 2017 desenvolveu atividades na assistência, na regulação de pesquisa clínica, no ensino e na gestão da Saúde Pública e da Vigilância Sanitária, aplicadas a todos os níveis hierárquicos do SUS; da atenção básica à alta complexidade, de forma integral e ininterrupta. Sua experiência de mais de 15 anos em iniciativas inovadoras na área de Tecnologia para a Saúde e Regulação do Sistema Único de Saúde teve como destaque a criação e implementação da CONITEC – Comissão Nacional de Incorporação de Tecnologias no Sistema único de Saúde da qual foi a 1ª presidente por cinco anos. Atualmente é consultora independente para assuntos relacionados às novas tecnologias em Saúde.

Marcela Amaral

Farmacêutica, especialista em economia e avaliação de tecnologias em saúde, mestre e doutoranda em ciências farmacêuticas. Experiência de mais de 14 anos na área de saúde pública, mais especificamente nas áreas de assistência farmacêutica e avaliação de tecnologias em saúde.

Organização

 

Informações

Isabely Oliveira
[email protected]
(11) 3897-9779

Inscrições somente online: sindusfarma.org.br

 

Formas de Pagamento

À vista
Boleto Bancário

Aviso/Advertência

Sindusfarma é uma entidade que preza pelas boas práticas associativas, respeita e se submete ao ordenamento jurídico vigente, especialmente aos ditames da lei nº 12.529, de 30 de novembro de 2011 – Lei de Defesa da Concorrência.

Todas as nossas reuniões têm como objeto principal a resolução de problemas comuns de nossos associados, com o trabalho voltado ao desenvolvimento e fortalecimento do ramo industrial farmacêutico.

Esta reunião não incluirá em sua pauta qualquer item que possa representar prática anticoncorrencial, ficando imediatamente vedada qualquer manifestação que possa ferir a Lei de Defesa da Concorrência.

O Sindusfarma não se responsabiliza pelos assuntos tratados e por decisões tomadas em reuniões nas quais seus colaboradores, empregados ou prestadores de serviço delas não participem.

Assim, fica terminantemente proibida qualquer manifestação que possa, direta ou indiretamente:

  • Promover troca de informações comerciais sensíveis ou que possam ser consideradas como informações sensíveis, assim como: preços;
    margens operacionais e de lucros; níveis de produção; planos de marketing; estratégias de mercado; planos de crescimentos; políticas
    de descontos, custos, clientes.
  • Induzir comportamento uniforme de maneira a inibir a concorrência no mercado.
  • Levar a acordos que de alguma forma aumentem as barreiras à entrada no mercado ou excluam concorrentes de forma injustificada.

 

 

Adicionar lembretes
Voltar
Subir ao Topo

Sindicato da Indústria de Produtos Farmacêuticos

Todos os direitos reservados - Sindusfarma 2021