Programação

Compartilhe:
Workshop: Estratégias em Farmacovigilância – Tendências Globais
Dias
21/11/2022 das 09:00 às 17:30
22/11/2022 das 09:00 às 12:00
Associado - Online
R$ 390,00
Não-associado - Online
R$ 780,00
Local
Curso Online – Plataforma Zoom
Carga horária
12 horas
Informação
O link para ingressar em sala será enviado um dia antes da data de inicio.
Inscrições
As inscrições se encerram na véspera da realização do evento, às 17h.
Tradução
O evento terá tradução simultânea.
Inscrições encerradas.

Objetivos

Fomentar as discussões sobre o papel estratégico da Farmacovigilância e as tendências para o futuro através de experiências de diferentes stakeholders locais e globais.

Público - Alvo

Profissionais que atuam nas áreas de farmacovigilância

Programação

21 de novembro

Hora

Tema

Palestrante

09:00 – 09:10

Abertura

Rosana Mastellaro

09:10– 11:10

Coleta e análise de dados de segurança – Ganhando eficiências em um mundo crescente de geração de dados

· Uso de IA e novos canais e bancos de dados de coletas de informações de segurança.

· Uso da tecnologia para facilitar a análise de dados

Isabel Kloer MD Msc – Boehringer Ingelheim

Karen Sacomam Barbosa - Aché

Nicole Baker - Biologit

MODERADORES DA SESSÃO:  

Lara Rodrigues (Boehringer) e Lilian Barros (Biomarin) 

 

11:10 – 11:40

Perguntas e Respostas

11:40 – 13:00

Almoço

13:00 – 14:40

Como analisar efetivamente dados de segurança dos produtos farmacêuticos para melhor antecipar e gerenciar seus riscos, agregando valor aos pacientes?

· Como agilizar e aumentar a acuracidade da detecção de sinais para uma mitigação de riscos mais assertiva?

· Estudos pós-comercialização e sua contribuição para cenários de gravidez e amamentação.

· Como educar efetivamente os pacientes e profissionais de saúde para a minimização de riscos de medicamentos?

Olivia Mahaux – GSK

Leonardo Roque Pereira – Roche

Kelly Rodrigues - Consultora

MODERADORES DA SESSÃO:  

Bianca Passos (Sanofi) e Raphael Pareschi (Roche) 

 

14:40– 15:00

Perguntas e Respostas

15:00 – 17:00

Farmacovigilância como uma área estratégica

· Participação de Farmacovigilância nas discussões e análises de recall, em incorporações e desinvestimentos de produtos e nas mudanças de status regulatórios (MIPs) dos medicamentos. 

· Utilização de dados de segurança no contexto de avaliação e minimização de riscos 

Gabriela Diniz- Eurofarma

Carolina Petenon – Sanofi

Marcelo Neubauer – Keptah 

Juhaeri Juhaeri - Sanofi

MODERADORES DA SESSÃO:
Bianca Passos (Sanofi) e Karen Sacoman (Aché) 

17:00 – 17:30

Perguntas e Respostas

17:30 – 17:45

Encerramento

Rosana Mastellaro

22 de novembro 

Hora

Tema

Palestrante

09:00 – 09:10

Abertura

Rosana Mastellaro

09:10 – 11:10

Cases: Desafios, conquistas e oportunidades na segurança do paciente sob a perspectiva do regulador 

Julia Vidal – GFARM/Anvisa

Fernanda Voos – CVS SP

 

MODERADORA DA SESSÃO: Rosana Mastellaro 

 

11:10– 11:50

Perguntas e Respostas

11:50– 12:00

Encerramento

Rosana Mastellaro

 

Palestrantes

Isabel Kloer MD Msc - Médica com 7 anos de experiência clínica em medicina interna de pacientes internados, oncologia e cuidados intermediários/intensivos, e possui mestrado em Biologia com foco em neurociência do desenvolvimento. Em 17 anos na indústria farmacêutica, ela ocupou cargos em Métodos de Imagem Médica/Desenvolvimento de Software, Desenvolvimento Clínico e Farmacovigilância. Ela ingressou na Boehringer Ingelheim (BI) Global Pharmacovigilance em 2015. Como médica líder em segurança do paciente, ela foi responsável pelo gerenciamento de risco de farmacovigilância para uma variedade de produtos em indicações respiratórias. Dentro do grupo de Análise Estratégica de Dados de Segurança do Paciente e Farmacovigilância, atualmente é Product Owner de uma solução de software para análise de Risco-Benefício, desenvolvida pelo BI em framework ágil.​

Karen Sacomam Barbosa - Farmacêutica-Bioquímica formada pela Universidade de Guarulhos em 2012 e MBA em Gestão Empresarial pela Fundação Getúlio Vargas. Atua na área de Farmacovigilância há 12 anos. Atualmente é responsável pela área de Farmacovigilância do Aché Laboratórios.

Nicole Baker - CEO e cofundador @biologit, empresa de tecnologia focada em Inteligência Artificial para vigilância de segurança ativa. Profissional de Imunologista e Farmacovigilância com forte foco em inovação e amplo conhecimento em legislação e diretrizes globais para Assuntos Médicos, Assuntos Regulatórios, Farmacovigilância e Ensaios Clínicos, adquiridos pela liderança e gestão de equipes globais e multidisciplinares. Ampla experiência em fornecer liderança estratégica, operacional e científica em todo o ciclo de vida do produto, desde o pré-clínico até o pós-comercialização. Experiência adquirida apoiando ou cumprindo o papel de EEA QPPV e RPPV em Ensaios Clínicos nos últimos 10 anos. Mais de 20 anos de experiência adquirida na Academia, Indústria Farmacêutica, Autoridade Reguladora, Organização de Pesquisa Clínica e, mais recentemente, Start-up.

Olivia Mahaux - Bióloga por formação e passou 9 anos na GSK Vaccines Clinical Safety and Farmacovigilance trabalhando principalmente na detecção de sinais e métodos de refinamento em dados de relatórios espontâneos. Há 2 anos, ela se juntou à equipe GSK Safety Innovation and Analytics. Olivia está sediada na Bélgica.

Leonardo Roque Pereira - Farmacêutico formado pela Faculdade de Ciências Farmacêuticas da Universidade de São Paulo (FCF-USP) em 2011, obteve o título de Mestre em Farmacoepidemiologia pela Universidade de Bordeaux em 2015. Atualmente é doutorando na UMC Utrecht com foco na área de pesquisa de segurança de medicamentos na gravidez e amamentação através da IMI-ConcePTION sob a supervisão da Dra. Miriam Sturkenboom e do Dr. Carlos Salina. Além da vida acadêmica, está trabalhando simultaneamente no Reino Unido na Roche como Diretora de Segurança Clínica em estudos clínicos de Oncologia com mais de 10 anos de experiência em farmacovigilância.

Kelly Rodrigues - é CEO e Fundadora da Patient Centricity Consulting – a 1ª. empresa especializada em experiência do paciente no Brasil. Partner do IEXP – Instituto de Experiência de Pacientes da Espanha.

Gabriela Diniz - Gerente de farmacovigilância/Informações Médicas - Eurofarma

Carolina Petenon – Farmacêutica-Bioquímica formada pela Faculdade Oswaldo Cruz em 2008 e pós-graduada em Marketing Farmacêutico pela mesma faculdade e pós-graduada em Coaching e Líder Coach pela Faculdade de São Vicente. Atua na área de Farmacovigilância há 13 anos, com experiência em processos de Qualidade relacionados à Farmacovigilância, incluindo acompanhamento de KPIs, gerenciamento de desvios e preparação do time para Auditorias e Inspeções e ampla experiência com acordos de farmacovigilância para parcerias comerciais entre indústrias farmacêuticas (SDEA). Atualmente trabalha na Sanofi-Medley como gerente de Farmacovigilância com foco em Qualidade e SDEA.

Marcelo Neubauer de Paula - Graduado pela Faculdade de Medicina da USP, Residência em Infectologia pela Faculdade de Medicina da USP, Especialização em Acupuntura pela Faculdade de Medicina da USP, MBA em Economia e Gestão da Saúde pela UNIFESP, MBA em MKT pela FIA, Professor Convidado do Curso de Especialização em Acupuntura da Faculdade de Medicina da USP. Experiência de 16 anos na Indústria Farmacêutica. Sócio Diretor da Keptah Consultoria em Ciência da Saúde.

Juhaeri Juhaeri - Epidemiologista e Estatístico com mais de 25 anos de experiência em pesquisa epidemiológica na academia e na indústria farmacêutica. Ele ocupou cargos de chefe global e vice-presidente em funções médicas e de farmacovigilância por mais de duas décadas na indústria farmacêutica. Ele construiu e desenvolveu várias equipes na Sanofi, incluindo Epidemiologia, Detecção de Sinais, Benefício – Avaliação de Risco e Ciências de Segurança Global, trouxe e implementou métodos e abordagens de ponta em epidemiologia e liderou programas de epidemiologia bem-sucedidos que levaram à aprovação de produtos e manutenção.

Julia Vidal - Farmacêutica pela Universidade Católica de Brasília, com Especialização em Vigilância Sanitária pela PUC-GO e Gestão Administrativa nas Organizações Públicas pela Universidade Cruzeiro do Sul. Mestre em Saúde Coletiva pela Universidade de Brasília. Tem experiência nas áreas de informação de medicamentos, avaliação de tecnologias em saúde, segurança do paciente, regulação econômica de medicamentos e farmacovigilância. 

Fernanda Voos - Farmacêutica. Mestre em Saúde Pública pela Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo. Tem especial interesse nos estudos voltados à vigilância de eventos adversos e queixas técnicas de medicamentos e produtos para saúde, bem nas pesquisas do campo de comunicação em saúde. Atualmente, ocupa o cargo de coordenadora de Farmacovigilância e Tecnovigilância no Centro de Vigilância Sanitária do Estado de São Paulo.

Organização

Informações

Isabely Oliveira
[email protected]
(11) 3897-9779

Inscrições somente online: sindusfarma.org.br

 

Formas de Pagamento

À vista
Boleto Bancário

Aviso/Advertência

Sindusfarma é uma entidade que preza pelas boas práticas associativas, respeita e se submete ao ordenamento jurídico vigente, especialmente aos ditames da lei nº 12.529, de 30 de novembro de 2011 – Lei de Defesa da Concorrência.

Todas as nossas reuniões têm como objeto principal a resolução de problemas comuns de nossos associados, com o trabalho voltado ao desenvolvimento e fortalecimento do ramo industrial farmacêutico.

Esta reunião não incluirá em sua pauta qualquer item que possa representar prática anticoncorrencial, ficando imediatamente vedada qualquer manifestação que possa ferir a Lei de Defesa da Concorrência.

O Sindusfarma não se responsabiliza pelos assuntos tratados e por decisões tomadas em reuniões nas quais seus colaboradores, empregados ou prestadores de serviço delas não participem.

Assim, fica terminantemente proibida qualquer manifestação que possa, direta ou indiretamente:

  • Promover troca de informações comerciais sensíveis ou que possam ser consideradas como informações sensíveis, assim como: preços;
    margens operacionais e de lucros; níveis de produção; planos de marketing; estratégias de mercado; planos de crescimentos; políticas
    de descontos, custos, clientes.
  • Induzir comportamento uniforme de maneira a inibir a concorrência no mercado.
  • Levar a acordos que de alguma forma aumentem as barreiras à entrada no mercado ou excluam concorrentes de forma injustificada.

 

 

Voltar
Subir ao Topo

Sindicato da Indústria de Produtos Farmacêuticos

Todos os direitos reservados - Sindusfarma 2021