Empresas em Foco

Compartilhe:
14/05/2021
7 informações sobre ibuprofeno e Covid-19 que você precisa saber

Fonte: Hypera Pharma
 
Diante de tantas informações controversas e fake news relacionadas à pandemia causada pelo novo coronavírus e a molécula ibuprofeno, a médica especialista em dor, Denise Katz, selecionou 7 principais dúvidas para desmistificar o tema. Confira:

1) É prejudicial tomar ibuprofeno em suspeita de coronavírus (Covid-19)?

Não. Tomar ibuprofeno caso esteja com suspeita ou diagnóstico positivo para a Covid-19 não é prejudicial para a saúde. O ibuprofeno é um medicamento mundialmente utilizado para tratar febre e dor, em adultos e crianças, independente de prescrição médica. E estes são sintomas presentes na Covid-19, desde o início da doença. A última diretriz clínica da Organização Mundial da Saúde¹ listou ibuprofeno, entre outros princípios ativos, como medicação essencial para tratar desses sintomas na Covid-19.

É muito importante consultar o seu médico, ou profissional da saúde, antes de tomar qualquer medicação.

2) Qual o posicionamento dos principais órgãos de saúde sobre a utilização de ibuprofeno nos casos de Covid-19?

A Organização Mundial da Saúde¹ incluiu em sua última diretriz clínica o ibuprofeno, entre outros princípios ativos, como medicação essencial para tratar sintomas como dor e febre na Covid-19. A Agência Europeia de Medicamentos (EMA)² também se posicionou alertando a população que não há razão para que pacientes que tomam AINEs para doenças crônicas parem de tomá-los.

Estudos publicados dos últimos meses reiteram as posições das organizações de saúde. Uma pesquisa divulgada no American Therapeutics Journal2 informou que não existem evidências suficientes para colocar em dúvida a utilização de ibuprofeno durante a pandemia de Covid-19. Outro estudo clínico³, este realizado por pesquisadores israelenses, comparou a reação de pacientes com Covid-19 que utilizavam ibuprofeno e paracetamol para tratar os sintomas da infecção, principalmente a febre. Segundos os estudiosos, os resultados concluíram que o ibuprofeno é uma molécula segura e pode ser utilizada para tratar febre e dores da Covid-19, já que seu uso em pacientes do estudo não teve relação com a piora do estado clínico.

3) Tomar ibuprofeno pode mascarar sintomas do coronavírus (Covid-19)?

De forma alguma. O ibuprofeno não mascara sintomas, mas, assim como outros analgésicos, ajuda a controlar a febre e as dores, que são os principais sintomas da Covid-19.

4) Existe alguma correlação entre tomar ibuprofeno e contrair coronavírus (Covid-19)?

Não, não existem evidências científicas sobre a correlação entre o uso de ibuprofeno e a transmissão ou infecção pelo coronavírus (Covid-19). Os critérios de contágio estabelecidos são: contato próximo com paciente infectado (sintomático ou não), por meio de toque do aperto de mão, gotículas respiratórias e de saliva, espirro, tosse, catarro, objetivos ou superfícies contaminadas, como celulares, mesas, maçanetas, brinquedos, teclados de computador, etc. Devido à falta de imunidade para o novo coronavírus, todos estamos suscetíveis a contraí-lo.

5) Existe alguma correlação entre tomar ibuprofeno e o agravamento dos casos de coronavírus (Covid-19)?

Não existem evidências científicas a respeito de qualquer medicação que possa ter relação com o agravamento do quadro clínico de Covid-19 nos pacientes infectados, incluindo ibuprofeno. Apenas se sabe que algumas doenças crônicas, e também pacientes acima de 60 anos, apresentam uma maior incidência de agravamento do quadro clínico e também maior taxa de letalidade.

6) O ibuprofeno é seguro para uso em crianças no tratamento dos sintomas do coronavírus (Covid-19)?

Não existem evidências científicas a respeito de qualquer agravamento da infecção causada pelo Covid-19 em crianças pelo uso de ibuprofeno. Ainda são poucos os estudos sobre o coronavírus em crianças. De qualquer forma, os pais devem estar atentos aos sintomas, seguindo as instruções de idade e dosagem vigentes da bula dos medicamentos, e também conversar com seus médicos, pediatras e profissionais da saúde sobre quaisquer dúvidas para tratamentos.

7) Quais as principais indicações do Ibuprofeno? Essa molécula é segura?

O ibuprofeno é a molécula mais estudada da classe dos analgésicos e antitérmicos há 60 anos, e tem o maior número de artigos científicos publicados nessa classe. Sua ação é predominantemente analgésica quando utilizado em determinadas doses, e é mundialmente considerado a molécula mais segura (junto com o naproxeno) para o tratamento de febre e dores em geral, tais como cefaleia, dores musculares, dismenorreia etc.

Referências consultadas

  1. World Health Organization Clinical. Management of COVID-19. Interim guidance, 27 May 2020. Acesso em: maio, 2021.
  2. European Medicines Agency. EMA gives advice on the use of non-steroidal anti-inflammatories for COVID-19. 18 março, 2020. Disponível em: <https://www.ema.europa.eu/en/news/ema-gives-advice-use-non-steroidal-anti-inflammatories-covid-19> . Acesso em: julho, 2020.
  3. Rinott E, Kozer E, Shapira Y, Bar-haim A, Youngster I. Ibuprofen use and clinical outcomes in COVID-19 patients. Clin Microbiol Infect. 2020;

Esclarecimento

A área Empresas em Foco publica notícias elaboradas e enviadas pelas empresas associadas ao Sindusfarma; seu conteúdo é de exclusiva responsabilidade das empresas e não reflete anuência nem posições ou opiniões da entidade.

Voltar
Subir ao Topo

Sindicato da Indústria de Produtos Farmacêuticos

Todos os direitos reservados - Sindusfarma 2021