Notícias 

Compartilhe:
18/08/2023
Líderes mulheres da indústria farmacêutica lançam iniciativa LeaderShe para inspirar mulheres a crescer no setor

Um grupo pioneiro de mulheres que lideram indústrias farmacêuticas do país lançou a iniciativa LeaderShe, que tem como propósito inspirar e motivar outras mulheres a crescerem em suas carreiras, impactando positivamente suas jornadas e contribuindo para maior equidade de gênero no setor, em evento realizado nesta sexta-feira (18) em São Paulo (SP).

As mulheres líderes do LeaderShe durante lançamento do grupo* (Crédito: Reinaldo Canato)

O grupo é liderado por 17 mulheres que se uniram, em 2021, para desenvolverem esforços para aumentar o número de lideranças femininas em altos cargos das organizações do setor. A primeira delas consistia em um programa de mentoria que contava com essas líderes como mentoras – em sua grande maioria presidentes de indústrias farmacêuticas que atuam no Brasil. Desde então, a iniciativa cresceu e se estruturou, passando a se chamar LeaderShe e se tornar um braço do Sindicato da Indústria de Produtos Farmacêuticos (Sindusfarma), maior entidade representativa do setor no país.

Para entender o cenário atual do setor em relação à equidade de gênero, uma pesquisa foi realizada pela Central de Pesquisas do Sindusfarma com 79 empresas, que representam 72% do mercado farmacêutico em termos de faturamento.

Os resultados apresentados por Tatiana Marante, vice-presidente Latam da World Courier at AmerisourceBergen; e Fábio Moreira, consultor do Sindusfarma, reforçam que as mulheres ocupam um importante espaço no setor, mas ainda há espaço para mais. Apesar de representarem uma parcela significativa da força de trabalho das indústrias farmacêuticas, com 54% de colaboradoras mulheres, a presença delas em cargos de liderança ainda não reflete essa proporção. Apenas 32% das mulheres ocupam posições de alto cargos, como Presidência, Vice-Presidência e Diretoria.

Tatiana Marante, vice-presidente da World Courier at AmerisourceBergen durante apresentação da pesquisa do Sindusfarma* (Crédito: Reinaldo Canato)

A liderança feminina na área de RH é bastante significativa – com 73% de mulheres, e é maioria em áreas chaves na indústria farmacêutica como Unidades de Negócios (58%), Marketing (56%) e Área Médica (56%). Já as áreas Financeira (28%) e de tecnologia (24%) têm os menores índices de participação feminina atualmente no setor.

"Estamos entusiasmadas em lançar o LeaderShe e criar um ambiente no qual as mulheres possam se conectar, aprender e crescer juntas", afirma Heloisa Simão, Chairwoman do LeaderShe, Conselheira de Administração e uma das fundadoras do movimento. "Por meio de mentorias, ações de networking e outras atividades, queremos apoiar mulheres para que elas possam avançar em suas carreiras e romper as barreiras que as impedem de alcançar cargos de liderança."

O lançamento do LeaderShe marca um passo importante na direção da equidade de gênero e da capacitação feminina na indústria farmacêutica. As líderes do grupo estão empenhadas em criar um ambiente onde as mulheres possam não apenas prosperar, mas também influenciar positivamente o rumo da indústria como um todo.

Maioria

“Segundo estudo do Ministério da Saúde, em 2030 as mulheres serão maioria entre médicos do país. Hoje, elas já são maioria nas Universidades de Medicina. Precisamos refletir dentro de nossas indústrias a mesma realidade presente no mundo ao nosso redor”, comenta Marta Díez, Presidente da Pfizer Brasil.

Ainda de acordo com a pesquisa realizada pela Central de Pesquisas do Sindusfarma, as companhias têm adotado benefícios para apoiar as mulheres em suas jornadas profissionais, assim como tem promovido debates internos sobre D&I. Porém ainda há oportunidades de melhoria em diversos aspectos focando na sustentação destas iniciativas e esforços, como mensuração de indicadores e promoção de programas de desenvolvimento de lideranças.

“Há ainda muito receio, dúvidas e estigmas sobre posições de alta liderança feminina, especialmente em algumas áreas. Estamos aqui para apoiar as mulheres nessa jornada de descoberta, desenvolvimento e confiança, para que possam exercer seu máximo potencial e estar felizes com suas escolhas”, finaliza Amanda Spina, Presidente da Janssen Brasil.

Também presente no evento, a diretora Técnico-Regulatória e de Inovação do Sindusfarma, Rosana Mastellaro, felicitou o grupo LeaderShe em nome do presidente-executivo, Nelson Mussolini, colocando a entidade à disposição para futuras iniciativas em prol da equidade de gênero no setor.

Heloisa Simão, Chairwoman do LeaderShe, durante abertura do evento (Crédito: Reinaldo Canato)

(*) Da esq.: Cristiane Giordano (CEO da Funcional Health Tech), Renata Campos (Executiva do Mercado Farmacêutico), Soraia Moraes (Diretora-Presidente dos Laboratórios Bago do Brasil), Andrea Sambati (Presidente da Boehringer Ingelheim), Amanda Spina, (Presidente da Janssen Brasil), Tatiana Marante (Vice-Presidente Latam da World Courier at AmerisourceBergen), Joana Adissi (Gerente Geral de Vacinas da Sanofi), Giovana Pacini (Gerente Geral da Merz), Cristiane Coelho (Presidente da Knight Therapeutics) e Heloisa Simão (Conselheira da Blanver) e Maria Claudia Pontes (CEO da Weleda Brazi). Agachadas: Marta Díez (Presidente da Pfizer Brasil), Laurena Magnoni (Presidente da Besins HealthCare) e Ligia Santos (Head da Galderma)

 

 

 

Voltar
Subir ao Topo

Sindicato da Indústria de Produtos Farmacêuticos

Todos os direitos reservados - Sindusfarma 2024